Por que você não deve levar seus filhos para Penang


Templo Kek Lok Si, Penang
Viemos para Penang para ver as festividades do ano novo chinês. Ficamos decepcionados ao descobrir que a tal “dança dos dragões” seria 9 dias depois do ano novo, quando não estaríamos mais por lá. Ainda não entendi isso. Pra mim é como ter o show de fogos em Copacabana no dia 9 de janeiro ?!?! As coisas que fizemos em Penang, você pode fazer em qualquer outro lugar, com uma paisagem muito mais bonita. Mas se mesmo assim você resolver passar em Penang, aqui vão algumas dicas sobre o que fazer por lá com os pequenos.


1) Praia Batu Ferengghi

Dizem que é uma das melhores praias da ilha. Aproveitamos porque não estava cheio. O mar é tranquilo e quase não tem ondas. Compramos um baldinho de praia lá mesmo por alguns centavos e Lucas aproveitou a tarde inteira. Para quem gosta, tem bastante esporte aquático (jet ski, banana boat, para-sailing, etc.) A luta mesmo foi chegar até a praia. Como estávamos hospedados em Georgetown, o ônibus levou aproximadamente 1 hora (custou RM 2,70). Pelo menos tinha ar condicionado.

2) Passeio de trishaw
Pagamos RM 35 por 1 hora para passear por Georgetown. Essa área é famosa pela arte de rua e os bairros Chinatown e Little India. Vimos as principais pinturas na parede e após 1 hora já estávamos todos impacientes. Paramos para comer em Little India. Comida deliciosa e barata.

3) Alugue uma bike

Ao lado do nosso guesthouse (me recuso a chamar aquilo de hotel), tinha uma bicicleta para família. Todos os dias o Lucas parava nessa bicicleta, subia, tocava a buzina e brincava um monte. Resolvemos então alugá-la por 3 horas (RM 25). Valeu muito a pena! Voltamos em alguns pontos que passamos rapidamente com o trishaw. Paramos também no parquinho do Forte Cornwallis e o Lucas se divertiu. Só não se esqueça de dirigir na mão inglesa ;-)


4) Templo Kek Lok Si
Templo budista, grande e bonito. É o mais famoso de Penang. A escadaria até o chegar na base do templo é coberta de lojinhas. Se for de taxi e não quiser ver lojinha, peça para o taxista deixa-los lá em cima. Na entrada tem também um monte de barraquinha de comida (de higiene duvidosa). Resolvi matar a saudade do caldo de cana. Até que estava bom, mas me arrependi de abrir a tampa para ver o gelo... tinha tanto “sobrenadante” que melhor nem descrever. Mas não tive nenhuma reação :-) E por que esse Templo é legal ir com criança? Além de ter bastante escada e espaço para correr (esse templo é tão movimentado que ninguém liga de criança barulhenta por lá), tem também uma área com um monte de tartarugas. Por RM 1, você pode alimentá-las. Lucas adorou essa parte.

5) Hop on, Hop off tour

Arte de rua em Georgetown, Penang
Como as coisas na ilha são espalhadas e andar de ônibus por lá é uma aventura, consideramos essa alternativa muito interessante. Tem tickets que valem por 24 ou 48 horas. Passam nos principais pontos turísticos, das praias até o “parque das borboletas”. Além disso, é um pouco mais confortável andar nesse ônibus. Claro que descobrimos isso no último dia. Portanto, não cometa o mesmo erro que cometemos! Rs

Você já passou por Penang? Deixe sua dica também nos comentários.

Marcadores: , ,